Um Governo Irresponsável

um comentário

José Sócrates mostrou apartir de 2007 ao que vinha: Instalar uma ditadura oligárquica socialista com ajuda das famílias de sempre do regime e de um controlo afinado da comunicação social.  Sócrates não o conseguiu na totalidade, apesar disso o PS instalou-se nas redacções dos jornais e estações de televisões como poucos, colocando as pessoas “certas” nos “lugares certos” para que a informação normal e imparcial produzida pelos órgãos de comunicação social passa-se a ser feita com tiques marxistas e esquerdistas, manipulando os eleitores e construindo uma máquina perfeita de propaganda. Assim funciona o PS, assim trabalha o partido do regime sempre olhando para o que mais interessa- fundos e cargos que lhe garantam a sobrevivência, e claro, sempre para o seu umbigo. Em 44 anos de democracia, o PS nunca olhou verdadeiramente para Portugal de forma estrutural, olhou sempre como um meio e é isso que António Costa faz, satisfaz o seu ego doentio e ao mesmo tempo que hipoteca o País para futuro.

António Costa faz o que chamamos em Economia de política conjuntural, ou seja, Costa não avista mais nada que um período temporal de mais de 1 ano. Costa passa mais tempo a definir uma estratégia comunicacional, o que inclui telefonemas para os amigos das redacções, do que a governar o País. Costa foi frio em termos emocionais numa altura em que Portugal precisava de mão de ferro, seja em Pedrógão ou nos incêndios de Outubro passado. Costa não sabe transmitir empatia para com o outro sem ser quando quer caçar o voto e, mesmo assim, fá-lo da pior maneira: Com um sorriso cínico no rosto que lhe caracteriza desde os tempos de juventude.

Nem a direita nem o próprio partido o enfrentam cara a cara. Tem medo, não sei de quê, mas tem. Ninguém no PS ousa em criticar António Costa, se o fazem é por trás, não enfrentam a cobra política com aço a ferver porque Costa distribuiu bem os cargos e todos sabem o que acontece quando se enfrenta um homem perigoso como o Primeiro-Ministro não eleito: saneamento. A direita desunida e tendencialmente socialista não fará cócegas a um camaleão tão maleável e táctico como Costa.

Só uma direita com um discurso incisivo, forte, prático, para o sector privado e para abstenção, com gente nova e empreendedora pode fazer frente ao monstro socialista, desenganem-se aqueles que o povo português fica satisfeito por escolher entre socialismo puro e socialismo inorgânico da direita, o povo português quer algo novo mas ao mesmo tempo credível e que seja capaz de resolver os problemas do País a prazo e que traga uma coisa que nos faz falta há 300 anos: Estabilidade e crescimento sustentado.

E não António Costa, não é com corporações sindicais em mãos do partido da foice e do martelo que podem colocar a AutoEuropa fora do País- é só uma empresa que vale 3,7% das exportações e 1% do PIB, coisa pouca- que vais atrair investimento externo reprodutivo, não é assim que os salários vão crescer sustentadamente, não é assim que o País cria riqueza para pagar os teus desmandos. Se, por tua inoperância, arrogância e falta de pulso em não enfrentar sindicatos, uma das empresas que ajudou a mudar estruturalmente a Economia Portuguesa dos anos 90 e adiante, se for embora, podes colocar o teu lugar à disposição. Como não o vais fazer terás a tua paga em Outubro de 2019.

Mauro Oliveira Pires

 

Anúncios

1 comentário em “Um Governo Irresponsável”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s