De quem é a culpa, afinal?

um comentário

Sobre a divisão que supostamente Santana Lopes estará a criar dentro do PSD, no seu eleitorado e o suposto “enfraquecimento” da direita devido à dispersão do eleitorado. Começam já a aparecer algumas vozes, a alegar que Santana Lopes para além de está a trair o seu ex partido, será o causador de uma eventual e enorme derrota eleitoral de Rui Rio e deste PSD, e acima de tudo o responsável pelo enfraquecimento do grupo parlamentar de Direita, pois com método de Hondt, uma maior dispersão e fragmentação do eleitorado de direita, irá obrigatoriamente resultar em menos deputados eleitos pela direita, e mais deputados eleitos pelo PS e restantes partidos de esquerda. Mas será isso culpa de Santana Lopes? Vamos analisar por partes. Santana tem alguma pistola apontada às cabeças dos eleitores a obrigá-los a votar nele? Não tem. Ora se alguém escolher votar em Santana, é porque não quer votar em Rio. Então se um eleitor escolhe não querer votar em Rui Rio de quem é a culpa afinal?

É assim simples simples. Será também que quem não quer votar em Costa, tem como única opção e obrigação ter votar em Rio? E sem Santana iria votar em Rui Rio? Então e o CDS não existe como opção? E todos os restantes partidos como o PCP, o BE, o PNR, não todos eles uma alternativa para quem não quer votar em Costa? E a abstenção daqueles que não querendo votar em Rui Rio e sem Santana como mais uma opção iriam ficar em casa? Só Rui Rio pode ter o direito de se arrogar como alternativa a receber os votos de quem não quer o Costa? Mas então Rui Rio e este novo PSD não dizem ser de Centro Esquerda, e até mesmo de Esquerda, e não têm feito questão de dizer ao eleitorado que nada querem com políticas de direita? Não tem sido Rui Rio e a sua equipa que têm andado a vilipendiar e diabolizado as politicas do governo de Passos Coelho acusando-o de serem de direita? Então se assim é, porque querem agora Rui Rio e este seu PSD receber os votos da direita? Porque querem os votos de quem eventualmente se possam identificar mais com Santana Lopes e as suas propostas? Não tem Rui Rio andado a fazer questão de descartar os eleitores de direita, com a sua colagem à esquerda e não tem tudo feito para namorar e agradar aos lindos olhos do eleitorado de esquerda e do Centro Esquerda? Então querem ir namorar umas novas noivas, mas querem em simultâneo manterem-se casados com as habituais?

Quer Rui Rio e este PSD ir para a cama com todos e viver em feliz concubinato com ambos os lados? Caro Rui Rio, olha que concubinato, relações “abertas” e bigamias, não são coisas com que a generalidade do eleitor de centro direita e direita, sejam apreciadores. Isso são coisas mais típicas lá daquelas maltas das esquerdas. Não me parece que o eleitorado de Centro Direita e Direita esteja disposto a tal. E se não está, a culpa é de quem? Do Santana? Tudo indica que muitos dos eleitores de direita que andam há 44 anos a votar no PSD por falta de outras opções, e a fecharem os olhos ou resignados a algum desse concubinato, mas que sempre se sentiram defraudados pelo PSD, desta vez não estão para aí virados. E se não estão, a culpa é de quem? Do Santana? Se no passado muitos destes estes eleitores com outris lideres no PSD fecharam os olhos, e agora com Rui Rio e com este PSD não o querem fazer, de quem é a culpa? Do Santana Lopes? Se uma grande parte deste eleitorado de direita, nada quer com Rui Rio nem com este PSD, e decidiu finalmente deixar de votar PSD, isso deve-se a alguém, e esse alguém é seguramente Rui Rio e não porque existe um eventual partido de Santana Lopes.

Não meus caros, Santana Lopes não vai roubar nenhum eleitorado a Rui Rio, pois não se pode roubar algo que ele nunca teve, nem nunca conseguiu conquistar nem sequer cativar. Santana irá receber muitos votos que não serão votos em Santana, mas sim que serão votos de protesto contra Rui Rio e este actual PSD. Ora de quem é a culpa de Rui Rio não conseguir estancar esse voto de protesto? De não conseguir unir o eleitorado do partido na sua figura, nas suas propostas, na sua equipa? Será do Santana? De quem é a culpa de poder vir a existir muito voto de dentro do seu próprio partido, que irão optar por votar noutros candidatos, para tentarem por essa via gerar um movimento de revolta que conduza a uma profunda limpeza dentro do PSD, a começar por correrem com Rui Rio e toda a sua entourage? Será este latente sentimento de revolta, culpa do Santana? Santana Santana irá recolher alguns votos de eleitores que de facto se identificam mas a maioria serão muitos votos que já estavam perdidos para o CDS, e estou convicto que até alguns votos do proprio CDS irá conseguir captar.

Serão muitos os votos no Santana daqueles que já há muito que tinham decidido que jamais iriam votar neste PSD de Rui Rio. E também bem possível que consiga ir captar muitos votos da abstenção. Tudo votos que Rui Rio não iria ter, houvesse ou não o Santana. Começar a ver Rui Rio e as suas hostes a tentarem atirar para cima de outros as culpas das suas incompetências e os resultados do que têm andado a semear, é uma atitude e um procedimento que é habitual e típico de socialistas e comunas. Mas como este “novo” PSD pelos vistos virou à esquerda, é natural que  comece a adoptar alguns dos tiques típicos das esquerdas. O que não podem esperar é poder ter o melhor dos dois mundos: os vícios das esquerdas, e os votos dos eleitores da direita.

Esqueçam pois esses tempos com Santana ou sem Santana, não os vão ter mais. Não voltam mais. Ou pelo menos não voltarão até que no PSD esteja Rui Rio e uma grande parte das gentes que o acompanham. Nada do que já está a acontecer ao PSD, mais tudo aquilo que ainda irá acontecer, até às próximas eleições, e depois das eleições, se deve à existência de Santana. Santana só apareceu porque alguém criou o espaço para ele aparecer e alguém deixou vago o espaço que ele irá tentar ocupar. A culpa pois, está do lado de quem deixa espaço vago, e não de quem aparece para o ocupar. Mas então de quem é a culpa do que está a acontecer e de tudo do que aí vem? Minha não é com toda a certeza, mas farei questão que os culpados paguem por isso, ao não lhes dar o meu voto.

E como eu, tudo cada vez mais indica que irão ser umas centenas de milhares de eleitores de centro direita e direita a fazer o mesmo. Quer-me pois parecer, que começa a ser cada vez mais óbvio que com Santana ou sem Santana, o problema da existência de uma credível, convincente e qualitativa alternativa a Costa, e o real problema de Rui Rio e deste PSD afinal está é no próprio Rui Rio e neste seu PSD, e na equipa do qual se rodeou, não em Santana. Digo eu. E estou convicto que muitos dos eleitores de centro direita e direita,  o irão dizer na altura própria.

Rui Mendes Ferreira( Sigam o Rui no facebook)

Anúncios

1 comentário em “De quem é a culpa, afinal?”

  1. Rui Rio foi uma grande desilusão para mim..depois da saída de Passos Coelho, por quem nutro uma grande simpatia e que faz muito falta no panorama político nacional…foi bem aparecer o Santana, já tenho em quem votar..iria votar na Cristas..talvez assim muita gente de direita ou centro-direita arredada de ir votar volte ..é a única forma de mandar este Costa para casa antes que destrua Portugal

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s