Carta aberta aos Bombeiros Voluntários da Nação

um comentário

Caros bombeiros voluntários da nação, tenho a dizer-vos que sois uma cambada de “piegas”. Ora queixam-se, que dormem no chão, ora queixam-se que são mal pagos, ora queixam-se que até o pouco que deviam receber que muitas nem isso é pago, ora queixam-se que não têm equipamentos individuais de protecção, ora queixam-se que não têm verbas para comprar o combustível para sair para o terreno com as viaturas. ora dizem que as viaturas são velhas e estão avariadas e depois queixam-se também que não têm dinheiro para a mandar consertar, e como se não bastasse, agora também já se queixam que não vos dão comida, que vos deixam passar fome, ou que não vos servem comida em quantidade nem em qualidade aceitável. Dizem que só vos deram pães com manteiga.

Não tarda ainda começam a exigir Nutella ou umas fatias de mortadela. Caprichos, é o que é. Já só faltou dizer que aqueles bombeiros que deixaram cair o pão no chão com o lado da manteiga virado para baixo, que também foi culpa dos governantes. Foi precisamente a precaver essas eventualidades é que vos foi eram dadas dois pães. Mas o que é que vocês querem afinal? Não me digam que agora também querem ter acesso ao cardápio do restaurante da AR, ou uma frota de viaturas como as do Conselho de Ministros, Secretário de Estado, adjuntos e assessores, em aluguer operacional, com cartão de combustível, manutenção, viatura de substituição, seguros, selo, e pneus incluídos? Ou será que também querem ser remunerados como assessores do camarada Robles, ou receberem subsídios de deslocações como os do camarada César? Ou terem cartões de crédito e irem gastar à fartazana no Solar dos Presuntos, ou no Gabrinus, como os nossos servidores públicos, eleitos ou de nomeação? Não me digam que também querem ter camas de campanha em caravanas com casa de banho e chuveiro privativo e ar condicionado, como aquelas da malta do comando da protecção Civil? Caros bombeiros, deixem de ser egoístas e parem de se comportar como prima donas. Então não sabem que o país não tem dinheiro para andar assim a esbanjar e a alimentar os vossos caprichos? Além disso agora temos que poupar mais uns cobres para pagar o milhão das obras na residência do camarada Costa, vosso Primeiro Ministro. E se a maior parte da malta aguenta, ser roubada, confiscada, escravizada, parasitada e maltratada, não se entende como é que vocês também ainda aprenderam a aguentar.

Olhem o que vos digo caros bombeiros, é que sois todos uma grande cambada de invejosos que estão sempre a cobiçar as condições e o bem estar alheio, que tanto trabalhinho e esforço deu a arranjar, aos comensais da AR, aos frequentadores do Conselho de Ministros, aos assessores de todos os Robles da nação, aos boys da Protecção Civil e a todos os demais boys de muitos outros Jobs. E o momento agora é de alegria e celebração. Não queriam agora vir estragar, com as vossa queixinhas, lamurias exigências e invejas esta época de enormes e reconhecidos sucessos. Se não querem fazer um esforço pelo bem da nação, ao menos façam-no para bem dos que governam a nação, e para benefício dos muitos que a parasitam. Vejam se deixam de uma vez por todas de se comportar como uma cambada de meninos mimados e piegas, pois o país começa a ficar sem paciência para as vossas lamurias.

Se continuarem a insistir nesse vosso modo reclamante e queixoso, qualquer dia dispensamos os vossos serviços no combater incêndios, ou em qualquer outra missão para ajudar a malta. Felizmente que temos todos aqueles gajos com aqueles coletes todos giros da Protecção Civil, e também temos o Cabrita, o Costa e o Marcelo. Gente valiosa e indispensável, e dos quais nunca lhes ouvimos um lamurio, uma reclamação, uma queixa,. Destes só temos recebido humilde espírito de missão, sacrifícios e abnegação. O que seria de nós sem estes? Caros bombeiros, ponham os vossos olhos nestes abnegados e sacrificados servidores públicos, que em cima mencionei, copiem os seus “bons exemplos” e por favor, de uma vez por todas, parem de reclamar e de serem piegas. Irra!!!

 

Rui Mendes Ferreira

Anúncios

1 comentário em “Carta aberta aos Bombeiros Voluntários da Nação”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s