A Grande Purga

Nenhum comentário

A Turma de Canhotos, popularmente vulgarizada por Geringonça, está num processo de auto destruição iminente,  os jogos de bastidores intensificam-se a cada dia que passa, Catarina tem que tomar banho mais regularmente que o habitual, o cabelo está oleoso, macabro, Jerónimo tem mais rugas, o Cabelo já não fica volumoso como noutras épocas, a laca capitalista estraga os planos mais simples do nosso Camarada. António Costa está sempre a suar, os problemas de excesso de peso inundam o nosso Primeiro-Ministro de um poço de preocupações estéticas e de números de fatos que não lhe servem.

A saída de Passos Coelho abre dois problemas a António Costa, por um lado, Costa tem que conseguir prever pelo menos qual é o melhor timing de saltar do barco quando este estiver prestes a afundar, porquê? Porque Costa num cenário de Bancarrota perde eleições definitivamente, o aumento das intenções de voto do PS são do centro que acha que a recuperação económica é fruto das políticas do Primeiro-Ministro, quando a realidade bater à porta como sempre bateu nestes últimos 43 anos, acabou o astro, acabou o mago e as habilidades mágicas do Primeiro que nunca eleito foram para um qualquer charco de pós da Catarina.

Perdendo as eleições, Costa pode ainda governar, se o PSD ganhar sem maioria absoluta, os seus coadjuvantes estarão sempre lá para dar o apoio necessário ao camarada. Isto atenção, num cenário de o PS levar com a bancarrota em cima. Mas talvez o País reconsidere não eleger uma criatura nunca eleita.

Num cenário em que Costa consiga sair do palco, enquanto a bancarrota não bate à porta, este ganha. Ganhando as eleições e num período de ajustamento, caso queira assumir, Costa terá que cortar salários, pensões, reformar o Estado, António Costa vai claramente aplicar a Cosmética de sempre, não mudará a Constituição, não despedirá funcionários públicos num volume necessário para se ter poupanças volumosas, Costa fará meros cortes horizontais e cegos como faz agora, mas mais intensos.

Portugal não pode estar refém desta Purga de tacticismos da loja dos trezentos de um Amador, que só sobrevive com uma popularidade razoável devido a uma comunicação social totalmente amiga do seu amigo, mas, enfim, quem é da Corte de Lisboa tem sempre que receber rebuçados. Resta saber se os Portugueses aprendem à quarta vez que o Partido da Bancarrota  é o inicio dos nossos males, mas, desta vez, tem que ser diferente, a direita não pode ter pressa, que deixe Costa no seu livro de conto de fadas, que dê corda e mais corda.

António Costa é o Diabo, sim, porque quem coloca o Ego pessoal acima do País, é isso mesmo que é, Passos não se enganou, e um diabo só se aniquila com uma receita, deixa-lo no poder, porque o País é insustentável e António Costa também. No fim da história, o veneno matará a Naja.

Mauro Oliveira Pires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s