Os 140% do PIB de Centeno

Li um artigo do Camilo Lourenço, no Jornal de Negócios, sobre a ida de Mário Centeno para o Eurogrupo, concordo inteiramente com o Camilo. Mas deixem me a acrescentar uma coisa, Mário Centeno é um excelente técnico no Governo errado. A forma estratégica como o Ministro das Finanças dá facadas suaves a António Costa é bonito de se ver, Centeno sabe que comprar a fidelidade, mais do que ninguém, podre de Catarina Martins e Jerónimo está a levar o País ao charco, porquê? Porque estamos melhor que em 2011, mas não o suficiente, o Trabalho de Passos Coelho salvou financeiramente o País e lançou as bases para um crescimento saudável para futuro, mas, repito, lançou as bases, não teve tempo efectivo de as desenvolver, num contexto de termos quadrúpedes de esquerda no Governo, seria obviamente impossível reformar, primeiro pelo fecho ideológico dos 2 partidos mais radicais do arco dos fofos, segundo, o PS reformando completamente o País acaba com o sistema socialista que alimenta as suas clientelas e o seu poder.

Mário Centeno sabe que vamos ao charco, aliás, qualquer economista normal e isento sabe, mas é melhor sorrir, acenar, dizer coisas mirabolantes e enganar o povo, o resto resolve-se, empurra-se com a barriga, faz se cedências ao Arménio, ao Jerónimo e à tia Catarina e o reino volta ao normal, mas, não nos iludamos, o Circo dos pedintes só agora começou, as exigências mais pesadas veem ai, e o PCP sairá da Geringonça não pelo pé próprio, mas estará lá dentro com ela, cairá com ela, o PCP quer Costa a derreter, a penar, quer vingança e Jerónimo terá um cardápio muito caro. A economia mostra já sinais de abrandamento, o crescimento foguetório de 2017 é irrepetível num cenário em que não existem reformas, a dívida continua a crescer face ao ano passado, não interessa o Governo efectuar reembolsos para baixar a dívida, para depois voltar a escalar. A dívida em percentagem do PIB, desce este ano, porque a economia vai crescer mais que o aumento da dívida, logo o peso da dívida na riqueza que o País gera anualmente caí, é matemática normal. Agora, imaginemos… E se a Economia volta aos tempos dos crescimentos anémicos? O crescimento da dívida em termos absolutos, dinheiro, continuará, e a economia não conseguirá suster o aumento.

Pelos números, se a dívida continuar como esta, e sem uma previsível reforma na despesa pública, vamos ter a dívida pública a subir para cima de 140% do PIB(!), em cenário de crise. Sim, ouviram bem, mais de 140% do PIB, uma nova Grécia, mas como sempre os meninos serão bem comportados outra vez, mas resta saber se a Europa nos dá a mão… Se tal não acontecer, Mário Centeno, Camarada, tens muito trabalho para limpar o que fizeste. Homem, tens que te Assumir!

Mauro Pires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s