Depois Passos Coelho é que era Mau

Nenhum comentário

A hipocrisia das esquerdas unidas, pela cola de Passos Coelho, aumenta a cada dia que passa na proporcionalidade directa da sua espinha dorsal maleável. Quem anda atento ao cenário político e houve António Costa desde a sua chegada ao PS, em 2014, apunhalando o outro António, o Seguro, vê que Costa de conteúdo tem pouco. Costa limita-se a falar alto, com calinadas no Português pelo meio, depois continua a gritar, fala da lógica da batata como todos os políticos portugueses, à excepção de um, onde todos os discursos pomposos chegam a um destino paradisíaco: O social. Qualquer discurso socialista tem o Social na boca, falam, abusam e espremem a manta de retalhos do social até ao tutano. O monopólio do discurso dos “coitadinhos” é do PS e dos seus coadjuvantes mal lavados BE e PCP.

O melhor disto, e o mais irónico, é que as esquerdas unidas levaram o investimento público ao nível mais baixo de sempre, espremendo os serviços públicos até ao tutano, nem em tempos de Troika Passos Coelho foi tão longe, cortou mas olhou para os mais necessitados, a emergência financeira do Estado assim exigia. Costa não consolidou as finanças públicas, não demitiu funcionários públicos nem tem coragem para mudar a Constituição para o fazer, não cortou na despesa estrutural do Estado porque tem os mesmos lobbys, que  não querem, atrás de sim sempre a pedinchar levando Costa a factura para casa quem trabalha e cria riqueza.

Se o Camarada António não faz nada de especial, não reforma, não tem uma ideia se quer, tem Marcelo contra si neste momento e está cada vez mais isolado, o Camarada podia ficar no poder até apodrecer. Mas vamos mais longe, a podridão de Costa não é só política é moral, a espinha dorsal do António sempre foi famosa pelo simples facto de não a ter. Se Pedrógão e os mais recentes incêndios emocionaram Costa não parece, porque o Monstro do Estado, aquele que só quer ajudar os mais necessitados, quer cobrar ao mesmos IMI pelas casas ardidas que já não existem. É esta a hipocrisia do António, da Catarina e do Jerónimo, podem fazer tudo o quer quiserem, terem as mais reles convicções e serem completamente opostas ao que defendem, mas a comunicação social não diz nada, não aponta nada e nem faz escândalos.

Se fosse Passos Coelho a exigir ás vítimas dos incêndios para pagarem IMI por coisas que já não existem, tínhamos o Camarada Arménio apostos para mais uma jornada de luta, os avençados do PCP nas ruas, o Bloco a organizar mais acampamentos coloridos e a deitar foguetes Marijuana, o Costa a gritar e o líder ou coisa parecida do PAN a exigir que os Coelhos não entrassem em restaurantes. Vamos ser sinceros, até os Periquitos governavam melhor este País que o António, é que de aves raras estamos fartos.

Afinal Passos é que era mau não é?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s