O Bufo mor do reino, desta vez, tem razão

Nenhum comentário

Marques Mendes continua a ser o peão giratório de Marcelo, os jantares semanais entre os dois elucidam, e muito, o nosso professor de direito, finanças, economia, defesa internacional, entre outros temas importantes da nossa actualidade, Marques Mendes a comentar a semana. Se Marcelo está incomodado com Costa, diz a Mendes, este bufa. Se Marcelo está de agrado com Costa, diz a Mendes, este bufa ao quadrado. Só assim se pode explicar as contradições do Professor Karamba do nosso burgo à beira mar queimado. Marques Mendes, ainda não faz muito tempo, disse efectivamente que o nosso camarada António Primeiro-Ministro, ou Minúsculo, como queiram, tinha habilidades “mágicas” de comunicação, era o Rei da Cocada Preta, ninguém lhe fazia frente, era só clicar no botão das habilidades que aquilo era chapa ganha chapa distribuída. Agora, para o Professor Karamba Mendes, o António, passo a citar está:” Andou literalmente aos bonés, parecia um cata-vento”, referindo-se ao Governo, mas um recado interessante de Marcelo a Costa pela voz do Woki Toki Mendes.

Se Costa antes era Rei Midas, agora é Rei chumbo, derrepente tudo corre mal, o PCP e o BE entalaram Costa na sua teia de promessas e mentiras, fizeram lhe assumir compromissos que não pode pagar actualmente chutando para futuro(onde já vimos isto?), se não se paga em 2017, paga-se um poucochinho em 2018, um poucochinho ao quadrado em 2019 e uma pancada em 2020. É este circo onde estamos metidos, nós somos os palhaços, sorrimos e acenamos, o Dom Costa é o chicoteador, ele bate nós saltamos, ele grita nos ajoelhamos. Estamos reféns de um ser tremendamente maquiavélico, calculista, perigoso, sem sentido de Estado nenhum e que não quer saber do País. Se quisesse, não atrasava pagamentos, não nos hipotecava orçamentos futuros com responsabilidades que não sabemos se podemos pagar, não deixava que existisse comida crua nas escolas, lá está… A falta de óleo, a não compra do mesmo… É a neo austeridade rosa, ou melhor, rigor orçamental Costista, do tipo:” Endivide-se agora, expluda depois”.

Mas dou a mão à palmatória ao Professor Karamba Mendes, num lapso de lucidez, Marques Mendes disse que:” Para o país ligado ao Estado, parece que a austeridade acabou. Relativamente ao outro país, o do setor privado, dos trabalhadores por contra de outrem, dos trabalhadores independentes, esses não veem essa melhoria”. Nada mais verdadeiro. Só demonstra uma situação à vista de qualquer comum mortal, Costa só quer saber da sua reeleição com maioria absoluta, agora impossível, devido aos sucessivos erros de cálculo e de estratégia do Toni. Afinal as habilidades não dão para tudo, não é Mendes? Não é Costa!

Agora está tudo bêbedo, em águas calmas, sem tubarões e remoinhos por baixo, mas não se esqueçam, a próxima desculpa será sempre a mesma: O MUNDO MUDA NUMA SEMANA.

Mauro Pires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s