A QUEDA DO PSD

Já passaram largos anos desde que Francisco Sá Carneiro, Pinto Balsemão e Magalhães Mota fundaram, no ano de 1974, o PPD (Partido Popular Democrático) que a partir de 1976 se passaria a designar por Partido Social Democrata. Após vários anos de alternância no governo com o Partido Socialista, o PSD encontra-se hoje num grande impasse e uma enorme indefinição em torno do seu futuro. A questão que se põe é uma das mais badaladas atualmente: Santana Lopes ou Rui Rio? Quem toma o lugar de Pedro Passos Coelho na liderança da Social-democracia?

Pedro Santana Lopes apresenta desde logo a sua grande vantagem: o seu nome, os seus feitos e o apoio de notáveis do partido. Porém carrega pesados fardos. O seu curto percurso como Primeiro-ministro e o seu desempenho como Presidente da Câmara de Lisboa podem vir a contrariar a questão dos “afetos” e tornar-se o seu grande entrave pela ausência de algo novo para o país.

E Rui Rio? O ex-autarca do Porto apresenta a sua grande vantagem no seu trabalho na respetiva CM, todavia afirmo sem qualquer dúvida que Rui Rio é uma enorme ameaça à política portuguesa. É visível que o PSD é um partido que, ao longo do tempo, veste a pele de um camaleão, mudando ou alternando a sua orientação política. A social-democracia (que é de centro-esquerda) muitas vezes se confunde com a direita e muitos dos seus líderes não sabem identificar a orientação do próprio partido. Porém, o Dr. Rio sabe bem o que pretende, o “Centrão”! A união entre PS-PSD num panorama político de dois partidos iguais, um de centro esquerda e o outro visivelmente de esquerda. E Santana? É o mesmo! Em 2005 os programas de PSD E PS eram em demasia semelhantes e esquerdistas, digo mesmo que, se Sócrates não obtivesse maioria absoluta, Santana dar-lhe-ia todas as condições para que governasse, gastasse e “enterrasse” o país da mesma forma que o fez sozinho.

Estariam estabelecidas as condições para uma “Mega Geringonça”. E a alternativa? E aqueles que são verdadeiramente de direita e não pactuam com alianças marxistas? Aqui aparece a única alternativa viável, o CDS. Um partido que se assume como a mudança e a oposição á geringonça de caráter marxista que em breve terá mais um membro, o PSD.

Como olho o futuro do panorama político português? Observo uma verdadeira tendência para a esquerda e do outro lado do “ringue”, uma força política em crescente que não teme o afastamento do PSD. Já diziam os nossos avós, antes só que mal acompanhado, ou adaptando, antes só que mal coligado.

O que concluo? Que tanto Santana como Rui Rio irão assumir o caráter de centro-esquerda de Sá Carneiro, deixando uma única alternativa aos portugueses. Está-se a estabelecer um caráter “bi-ideológico”, Geringonça e CDS.

E agora? Iremos continuar a pactuar com o mesmo? Ou por uma cruz na mudança…

 

Anúncios

Um comentário em “A QUEDA DO PSD

  1. Na minha opinião vai levar muitos anos antes que o governo mude de bandeira . Só poderá mudar caso haja alguma Catatumba de que o povo não goste mesmo E principalmente quando os chuchas começarem a ter mais problemas na carteira .
    Se pensarmos bem na situação do País ,que nem mesmo com as mortes dos incêndios onde o governo pôs a pente nu a sua capacidade para enfrentar as desgraças o povo recuou nas suas ideias , para o povo Costa e Catarina são as 2 estrelas sintilantes do Universo , mesmo vendo que a política atual e dar com uma mão e tirar com mão e meia o povo não muda de opinião , pior todos , mas mesmo todos vemos que a geringonça e uma verdadeira atriz a enganar o povo , está geringonça tem sido bastante generosa pata os portugueses de 1: classe que são os funcionários públicos , aos pensionistas principalmente aos que ganham bem , e esquece se de todos aqueles que não ganham o suficiente para pagar IRS , esses e que estão a pagar as fAturas com todos os impostos matreiros do sr. Centeno .
    Para ser sincero eu gostei do governo de Passos , fui um 1: M sem interesses pessoais e danificou um pouco o seu partido . Tentou apanhar os previligidos , onde lhes tirou muito dinheiro , e as ratazanas todas começaram logo a ficar endrisbadas as do seu próprio partido como Zferreira Leite e outros ficaram logonassanhadas as que pensam que tem mais direitos do que os outros escavos portugueses , como ela muitos mai da direita à esquerda só não assassinaram Passos porque tiveram medo de serem apanhados .
    Ademirei a coragem de P. C. Na minha opinião fui o único além de Sá Carneiro que tentou por o País a frente de si próprio , mas um Primeiro Ministro não pode por toda a sua população contra si , e Passos. Ir ao bolso das pessoas que muito e pouco ganhavam fui o seu suicidio , ordenados com menos de 1500 euros por mês nunca devia ter tocado,todos sabemos que a situação na altura deixada por Sócrates e seus pares o atual 1:Ministro incluído era ma , muito ma . Aliás desde 2008 que eu sabia que ia haver um grande problema com as finanças portuguesas , mas mesmo assim Passos C. Tudo devia ter feito para poupar os que nad tiveram a ver com o desgoverno .
    Que temos agora ? Um governo que tudo fará para se aguentar na cadeira o maior espaço de tempo possível mesmo que para isso destrua todas as finanças do País , nada tenho contra a função pública , mas esta classe agradece ,e os de 2: e 3: classe?
    Como as coisas vão eu receio muito pessoas que hoje teem a volta dos 5 / 10 Anos .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s