António Costa mudou de sexo e não se apercebeu

4 comentários

No contexto mirabolante onde vivemos, veja-se o Bloco de Esquerda que até protesta contra aqueles que agora vão para a rua protestar contra os incêndios, tudo o que antes era anormal agora é normal, é agora normal termos javalis a entrarem em restaurantes em Setúbal, e daqui a pouco termos um elefante no restaurante vai ser Trés chique, discute-se as mudanças de sexo de menores sem autorização dos Pais entre outras parolices Trotskistas dos camaradas dos acampamentos da Mao Tse Martins. Se não se discute, desde já, o essencial, ou seja, como podemos colocar o nosso PIB a crescer acima de 2%( em termos reais), sustentadamente, como podemos diminuir o tamanho do Estado e das oligarquias nacionais na Economia, que sugam riqueza gerada pelos privados? Como podemos reformar o Estado? Como podemos eliminar impostos e reduzir os que tem mais impacto no crescimento? Como vamos diminuir a dívida pública mais rapidamente?

Nem a esquerda nem a “direita” tem actualmente verdadeiras soluções estruturais para o País, Costa, que esperava pela maioria absoluta, hoje esfumou-se, a contenção de emoções do Primeiro-Minúsculo tirou lhe o tapete, os Camaradas canhotos do lado esquerdo da extremidade não contam para o totobola em soluções. À direita temos mais do mesmo, socialismo menor, mas socialismo. Cristas tem um ar renovado, mas não basta estar bem insuflada, tem que ter conteúdo, basta colocar o alfinete que o sumo que sai nem para meio copo dá. Pedro Passos Coelho vai voltar, mas entretanto temos um Pedro Santana Lopes mais experiente, excelente orador, mas que não se conhece um projecto liberal para o País que era o que precisávamos.

Entretanto, feitas as contas, não temos ninguém que seja verdadeiramente diferente. Não tendo oposição, Costa vai cometendo erros nada habituais no político experiente e rato que é. Porquê? A arrogância e prepotência, que não lhe fica nada bem, levou lhe a pensar   que estava no papo. Se antes Costa tinha Marcelo nas mãos, este tinha que ter a esquerda e o centro para que o seu poder informal aumentasse e colocasse, caso fosse necessário, Costa contra a parede, como agora acontece. Hoje é Marcelo que manda, é Marcelo que colocou a trela a Costa. Foram os incêndios de Pedrógão e os das últimas semanas que fragilizaram Costa, aquele que está tremendamente arrependido, mas que foi de Férias para Palma de Maiorca à primeira oportunidade, e desta vez tentou sacudir as culpas para outros, como sempre fez ao longo da sua carreira política.

O novo incêndio que queimará Costa politicamente, será a dívida. A inacção de reformas, a dependência da conjuntura internacional, que vai mudar, a redução fraca do défice que devia estar muito perto de zero com o actual crescimento, a fraca qualidade da redução da despes pública, ou seja, não é sustentável, é um caldeirão que Costa terá que mexer, mas só ele se pode queimar, afinal, quem assaltou o pode foi ele mesmo. É melhor mudar de sexo, porque tal caldeirada, a acontecer,  ninguém lhe quererá ver à frente.

Com tantos arrependimentos secalhar já mudou, nós é que não nos apercebemos.

Mauro Pires

Anúncios

4 comentários em “António Costa mudou de sexo e não se apercebeu”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s