Quando o Mundo precisa de uma Guerra para se reactivar

Tentei encontrar estatísticas sobre a Coreia do Norte, só encontrei as mais básicas das básicas: O número da população que tem, a área territorial e pouco mais. Nem dados de pobreza, Produto Interno Bruto(vulgo PIB), dados sobre o perfil de sociedade simplesmente nada. Evidentemente que não é nada de surpreendente, já sabemos como é o regime Norte Coreano, fechado sobre si próprio, puramente comunista e socialista até aos ossos e espinha dorsal, mantendo o seu povo na ignorância para que a revolta popular se transforme em obediência sangrenta e triste a um Ditador sem escrúpulos nenhuns.

Na ditadura norte-coreana não há liberdade de imprensa e direitos civis. O regime   promove prisões abusivas, assassinatos, escravidão, tortura e estupros contra dissidentes. O Regime de Kim Jong é o país mais militarizado do mundo, com uma estimativa de 1,2 milhão de soldados e 6 milhões de reservistas para uma população total de 25 milhões. A Coreia do Norte, com o fim da União Soviética, deixou de receber apoios financeiros e passou a depender dos seus inimigos EUA, Coreia do Sul e Japão. O regime Fascista Norte Coreano sentiu-se ameaçado e como escudo formou o programa que hoje conhecemos de armamento nuclear.

Em mais uma parvoíce do Pirómano Norte Coreano, Kim Jong Un deu ordens para o lançamento de misseis que tinham como direcção o Mar do Japão às 5h57 da manhã de terça (29, horário local). O míssil saiu de uma localidade próxima a Sunan, alcançou uma longa distância e cruzou o céu do Japão. Segundo a emissora de TV japonesa NHK, o míssil  partiu-se em três pedaços e caiu no Oceano Pacífico, a 1.180 kms de Cabo Erimo, em Hokkaido.

As reuniões de emergência dos líderes da Coreia do Sul e Japão(ambas nos seus Países), tem que servir de algo, pelo menos para adoptar uma estratégia conjunta com o Presidente dos E.U.A Donald Trump para derrotar Kim Jong Un. A inacção Mundial contra um louco pode sair cara, vamos esperar que eles nos invadam com mísseis ou nós mesmos cortamos o mal pela raiz? À china não interessa a invasão da Coreia do Norte, o estabelecimento de outras forças na região Asiática e ainda mais perto do seu País é de mau agoiro de Pequim, e só agirá quando Kim Jong entrar num estado de parvalheira total quando “ameaçar” a República Popular da China, afinal, o principal abastecedor de electricidade da Coreia do Norte é a própria China.

Se não queremos ficar de olhos em bico, e secalhar estorricados, deixemos o politicamente correcto porque já não são as sanções económicas e alimentares que vão fazer cair o regime bolorento comunista de Kim Jon Un, o exército está com ele e com a sua ideologia. A população tem o medo natural da morte. O caminho é só um: INVADIR. Pelo menos é a minha opinião, porque esperar que um louco mate milhões não é opção e é claramente melhor arriscar e deixar abaixo um maníaco.

Mauro Pires

Anúncios

2 comentários em “Quando o Mundo precisa de uma Guerra para se reactivar

  1. O que torna esta situação tão complexa é exatamente a razão que torna a invasão praticamente impossível. Como é que passas um soldado através da 38a paralela sem que o Japão e Seoul leve com uma retaliação nuclear? Se lançarem e por acaso o sistema anti balistico falhar, milhões morrem. Percebo o intuito da tua análise, mas aqui ir à chapada não é acabar com o politicamente correto, ir à chapada é provocar um confronto nuclear e milhões de mortes. A solução vem por via do estrangulamento econômico e através da China, que foi aliás quem criou esta situação durante a guerra quando os Americanos se aproximaram da sua fronteira.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s