Queremos um Marcelo não um Marselfie

O actual Presidente da República( não parece um), é um Homem inteligente. Marcelo sabe da poda, das jogadas de bastidores, das actividades maçónicas e de gerir qualquer momento político. Marcelo é mais Primeiro-Ministro que Presidente da República, é interventivo, coloca António Costa, muitas vezes, em segundo plano e até o desautoriza com mensagens deveras suaves e que Costa percebe inteiramente. Marcelo sempre quis ser Primeiro-Ministro, era o seu plano A. Não o conseguiu, na liderança do PSD foi uma espécie de António José Seguro, muito “cordial” e simpático mas não convencia uma libélula.

Daí o seu ódio a Passos, mas este assunto um dia desenvolvo melhor. Marcelo com a sua imensa experiência acumulada é uma verdadeira raposa velha, Marcelo já se tinha apercebido, a quando da vitória de Passos Coelho sem maioria absoluta, que Costa, seu ex-aluno, ia efectuar a jogada que fez. Se a direita estava com ele, muitos deles porque era somente um mal menor, Marcelo entrava em todos os sectores políticos por nem ser carne nem peixe, muito menos legumes ou fruta. Com a direita na mão, Marcelo tem que ter a esquerda na sua outra mão e fê-lo com sucesso. Os votantes da direita sentiram-se traídos, e com razão, ninguém pede a Marcelo que bata no governo, um Presidente da República tem que apoiar qualquer governos seja ele de cor ele seja, mas não pode apoiá-lo veemente para somente ter a sua base de votos consolidada.

Com a dívida a aumentar, como já tive a oportunidade de falar, e o défice a baixar(é estranho não é?), Marcelo será o eterno cúmplice de um Governo Bolchevique que vai arruinar o País, não por ter apoiado como qualquer Presidente faria, mas sim por ter andado nas fotos, nas beijoqueiras e nos andaimes e a dizer disparates de política económica e orçamental que não percebe nada. O pior disto, é que Marcelo sabe que vem o desastre, mas espalha flores e beijinhos a dizer que está tudo bem. Se Marcelo pode apoiar Costa, claro que pode, mas depois sofrerá as consequências. Pode dizer aos sete ventos que avisou e deixou alertas, mas nem todos tem memória de ervilha.

Se Portugal precisa de Estadistas, só tem Estatistas neste momento, diga-se socialistas, Marcelo não o é nem mesmo Costa. Só se pede normalidade para se implementar reformas estruturais em Portugal, coisa que actualmente não existe. Vivem-se tempos de circo mais precisamente Marselfie & Costa Circus e o único que dá garantias ao País leva facadas do partido e da Maçonaria, mas isso agora não interessa. A Oligarquia tem que continuar a “governar” Portugal, a SACAR, diga-se.

Mauro Pires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s