Costa e Sócrates estão mais que ligados

O actual Primeiro-Ministro, cínico na forma de o ser, mas usurpador na hora de o atingir, sempre teve certos tiques Khadafianos desde tenra idade. Era então o par perfeito para o animal feroz, o imperador(ex.), o todo maquiavélico e todo democrático José Sócrates. Estas duas criaturas coabitaram durante vários governos, sempre Costa como braço direito e esquerdo do Zé feroz. Com a prisão do Zé das medalhas(agora temos mais um), Costa encenou um afastamento do Zézinho, assim surgia o “novo” Costa, aquele que estava afastado dos interesses mais obscuros do PS. O problema, é que o cinismo de Costa não engana todos, e o Babush não mudou, basta ver a sua governação que é o maior hino ao cinismo, assente em cimento de egocentrismo puro em que o País é uma fava e ele o talher, o que interessa a Costa são os seus desejos Samaritanos o resto é paisagem para vaca voadora pastar.

António José Seguro avisou, disse a que missão vinha o António que dá à Costa e deu. Do SIRESP às suas negociatas mal feitas, ao trabalho inexistente como Ministro da Justiça e Administração Interna e a mediocridade enquanto Primeiro-Ministro. Fazer parte dos interesses dá força, é se parte de um todo muito maior que tem ligações mais vastas, fale-se com a TVI, o Seguro avisou, muitos o ouviram, é por isso que Costa não ganhou eleições mas a geringonça é só o primeiro passo para a queda de um País envelhecido, que não se quer reformar e tem um vulcão por baixo. É fácil dizer coisas fofas e bonitas e e distribuir flores, difícil é governar, coisa que Costa não faz. Costa não governa, gere a conjuntura para não borrar a maquilhagem, o problema é que esta já caiu e muita boa gente em Portugal já reparou quem é Costa.

O maior aviso deste Homem perigoso, foi formar um Governo Socrático, do passado,  bafiento e que não representa sinais de mudança. Se Costa está assim tão afastado de Sócrates, como diz a mandatária principal de Costa, a comunicação social, porquê tamanho Governo com tantos Ministros de um governação passada tão desastrosa? O que estes acrescentam de novo? É isto que Portugal, a parte obscura quer: Chico-espertismo, assaltar o orçamento de Estado, viver à pala, subsidiozinhos, parasitar e com a maçonaria a acompanhar. O regime está podre, é pena que o único que quis mudar, fazendo parte dele, seja dos Subúrbios de Lisboa, não vai de férias em momentos críticos para o País, sacrificou-se me prole dele e criou condições para usurpador gastar. Decência é o que falta ao quadro político, da esquerda à direita, mas Passos Coelho mostrou ser diferente. É pena que a mentalidade portuguesa seja tão pequenina.

A chico-espertice acaba um dia, e Sócrates é o expoente máximo disso. Costa, continua a gerir a conjuntura, mas desta vez, pela primeira vez, tu e o teu partido que a limpem depois.

Mauro Pires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s