O camarada Arménio Carlos também é racista

A sociedade portuguesa está enrolada pelo maltrapilho do politicamente incorrecto. Quem sair dela, tem que levar com torpedos constantes de certa comunicação social amorfa. O caso mais recente foi do, candidato do PSD, à Câmara de Loures, André Ventura. O candidato proferiu as seguintes declarações:” Os ciganos vivem exclusivamente de subsídios”. Os canhotos apressaram-se logo, à moda da Tia “Katalina” espevitada, a chamar racista e xenófobo ao candidato do PSD. Ora, vamos nos deixar de tretas, a comunidade cigana em Portugal é tremendamente bem-vinda, tal como qualquer uma, se quiser trabalhar, acrescentar valor, criar riqueza e, individualmente, contribuir para o bem estar da sociedade. Nós sabemos todos, muito bem, a realidade da comunidade cigana em Portugal, índices de alfabetização muito baixos, entradas no ensino superior muito residuais e logo, precarização de toda uma comunidade e no fim, param na teia da subsidio dependência.

Se a comunidade portuguesa no exterior, seja na Suiça, Espanha ou Reino Unido tiver o mesmo tipo de comportamento, é mais que legítimo que a comunidade política local reaja da mesma forma, especialmente no rigor do norte europeu, no que toca a estas coisas. Existe subsidio dependência da comunidade cigana em Portugal não só por culpa dos próprios, mas por culpa Estatal também, o Estado paternal quer todos no seu colinho, mas a manta de retalhos já não tapa tudo, se fazem cativações no setor da saúde, façam o mesmo no RSI de quem não merece e se aproveita dos bolsos dos outros, o politicamente correcto já foi mais barato.

Mas vamos recordar uma coisa, muito inconveniente, mas vamos ao baú das recordações canhotas. O Camarada Arménio, braço direito, esquerdo e do meio do Douto Gerónimo, disse nos tempos da TROIKA que o senhor Abebe Selassie, um dos três chefes de missão do FMI em Portugal era um:” Mago Escurinho”. Allô!!! Arménio!!!! Isto não é racismo?!!! É carinho tricolor??!! Não me digas Arménio que não és um fofo geringonçopata! Mas não ficamos por aqui, por apoiar André Ventura, Passos Coelho foi chamado de racista e de promover o racismo pelos “progressistas” do PÉÉSE. Ora, além de Passos Coelho ser casado com Laura Ferreira, mulher de origens Africanas, os geringonços de serviços, há uns anos, chamaram Passos de:” O Africanista de Massamá”. Caros canhotos, não sejam hipócritas, racistas são os senhores, e com provas. A Troika social-comunista precisa de uma lição.

Mauro Pires

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s