António Costa é uma vergonha

Acho que, no geral, já sabem como escrevo, sou directo e vou ao ponto. Para mim, António Costa é a pior criatura política que tivemos o azar de apanhar em 900 anos de história. Não exagero, pelo menos na minha óptica, pois os portugueses tem que se decidir se querem um homem que só pensa em si próprio, nos seus amigos e na melhor forma de manter o poder. Portugal? Isso é só um instrumento de poder, de pouco ou nada vale o nosso País para António Costa, como se vê, ao mínimo cheiro de realidade o rei da habilidade politica fica sem ela e dá de frosques para Espanha, pelo menos fica informado da nossa real situação.

Um Chefe de Governo, reparem que esta frase, ao lado do nome de Costa, fica mal, tem que se sacrificar pelo País nas horas mais difíceis, tem que aguentar o barco quando já ninguém mais acredita que ele se sustenha na superfície, o que é que o usurpador faz? Nada! A responsabilidade nunca é dele, ou dos seus ministros, eles não cativaram despesa na área da defesa só a não executaram em nome do cumprimento do défice, aquele, em que todos diziam que Passos Coelho tinha obsessão, afinal, é um visionário agora tem mais adeptos.

A mascara caiu, Costa era um reforço excelente para Cardinali, ao menos, fazia o número de imensos palhaços num só, se o seu equilibrismo é mítico que vá, porque para Primeiro-Ministro não basta um equilibrista cínico, é necessário Homens de Estado com hombridade suficiente para lidar com situações difíceis, não um candidato a Pirómano. Agora, maior parte da população portuguesa e muitos analistas politicamente correctos possam entender o que passou Passos Coelho durante 4 anos penosos de governação. Fez erros, não reformou por completo, nem metade, o Estado e não fez várias reformas mas também por impedimento do Tribunal Constitucional, mas salvou financeiramente o País e Portugal mudou verdadeiramente alguma coisa em 43 anos, estava mais livre e tudo isto graças a um povo, uma parte dele, combativo e com espírito de sacrifício, do outro lado um verdadeiro Primeiro-Ministro, com os seus erros, mas com uma qualidade que nenhum nestes 43 anos de democracia houve: Espírito de sacrifício pelo País.

Allô Costa!!! O Júlio de Matos é já ali, e entrego o Marcelo como brinde, os portes são grátis!!!

Mauro Pires

Anúncios

12 comentários em “António Costa é uma vergonha

  1. Keep Calm! O 1°. Ministro usurpador foi de férias… respira-se um melhor ar. As demissões dos responsáveis políticos por Pedrogão e Tancos aguardarão até à época das chuvas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Só os cobarde é que tem medo de enfrentarem os problemas e as dificuldades, por isso abandonam o País no pior momento, sendo ele, António Costa, um dos maiores responsáveis por tudo o que se está a passar em Portugal. Então, incapaz de se confrontar com a verdade e com a realidade nua e crua, graças á incompetência da maioria dos responsáveis que agora chutam “culpas” de uns para os outros, o certo é que o Costa sabia das más condições em que se encontravam os equipamentos de comunicações. Mostrando uma vez mais a sua cobardia, logo a seguir ao roubo das armas, abandonou o País, alegando que já tinha as férias combinadas para Espanha, fazendo regressar o Ministro dos Negócios estrangeiros, esse sim, é que parece estava em férias. E o Costa iria em Agosto. É miserável tal atitude, de verdadeiro inconsciente e ignorante. Onde é que está o sentido de Estado de um cobarde desta natureza?

      Curtido por 1 pessoa

  2. Onde esta a competencia deste 1′ ministro Antonio Luis Santos da Costa que deixa o deixa o País em situaçoes catrastróficas y se vai de ferias , em minha opiniao y como Português que sou ; nao o deixava entrar ao servicio tem que ser demitido y já . 1′ nao estamos ainda em tempos de ferias ademas que todo o desgoverno teem nao 22 dias mas o dobro dos restantes Portugueses y como tal quem o autorizou a meter férias ?Demissao imediata do 1′ ministro , pra rua com este impostor António Luis S.da Costa

    Curtido por 1 pessoa

  3. Agora toda a gente lamenta as sucessivas desgraças Nacionais , mas quando o grupo de criminosos conduziu o País à ressuscitação das quadrilhas outrora eliminadas por Salazar, todos bateram palmas. …

    Curtido por 1 pessoa

  4. Todos têm seus desejos de quem a seu ver que deveria dirigir este País. Nos últimos práticamente 30 anos todos os que estiveram à frente do Governo, nada mais fizeram que aumentarem o buraco aonde meteram Portugal.
    Agora que este Governo tem, segundo o FMI, os fundos controlados e pela primeira desde 2009 a percentagem de desemprego abaixo dos 9%, dizem que este Governo não presta. ABRAM OS OLHOS E NÃO MOSTREM O VOSSO GRAU DE IGNORÂNCIA.
    Deixem-nos trabalhar e se quizerem “fazer melhor” candidatem-se para a posição.

    Curtir

    1. Tem a sua opinião Jorge e muito bem, mas este Governo, na minha opinião de Economista, tem como base muito forte as reformas feitas pelo governo anterior que hoje seguram o País. Falando do FMI ou de outras organizações, temos igualmente a OCDE a dizer que a redução do desemprego se deve ás politicas de liberalização do mercado de trabalho, coisa que não foi este governo que fez. Aproveitar a onda todos sabem, descer sem cair é que já é mais difícil.

      Curtir

      1. Bases muito fortes ? eles estavam era a enterrar-nos cada vez mais, mais impostos e a divida subiu sempre o sr. não deve ser um bom economista

        Curtido por 1 pessoa

      2. Gomes, o Governo anterior teve que contabilizar as dívidas das empresas de transporte, que estavam por debaixo do tapete, bem como o resgate que, como sabe é um empréstimo. A dívida desceu em 2015, voltou é a subir e a bater máximos em 2016, mas isso não é para dizer.

        Curtir

      1. Pois é, e só porque não vemos o precipício em que estamos neste momento, não quer dizer que não estejamos a caminhar à beira dele… Quem beneficiou principalmente com as reposições deste governo foram os trabalhadores públicos. Eu não vi a minha situação no privado a melhorar nestes últimos 2 anos. Sorte para quem a teve, mas a grande maioria das pessoas, ou seja as 87% de pessoas que não trabalham para o Estado, gostava de ver como é que estão…

        Curtir

  5. Já o grande CAMÕES dizia: “Se se depararem com um monhé e com uma cobra, matem o monhé!”
    Ele tinha vivido na India, ele lá sabia do que falava. Mas os portugueses são um poupvo com pouca memória e de brandos costumes. Têm de “apanhar” muito para começar a reagir.!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s