Obrigado Medina Carreira!

Arrisco dizer, infelizmente, que Medina Carreira não morreu em paz pelo menos na minha óptica. Um dos maiores amores de, Henrique Medina Carreira, era claramente Portugal. Quem se lembra, desde já há muito tempo, que este dizia que Portugal dentro de 10 anos(dito em 2006/2005), que o País ia entrar em colapso financeiro? Quem é que o ouviu? Muito poucos! Medina Carreira foi dos poucos Homens, com H grande, que passaram por este burgo à beira mar plantado. Todos lhe faziam ouvidos de marcador, mas ele tinha razão e em 2011 aconteceu o que aconteceu, a terceira bancarrota em 43 anos de democracia, um recorde digno de Guinness.

Se há uma coisa que este nosso compatriota que nos deixou, se podia orgulhar, era da sua independência exímia, da sua verticalidade, honestidade e valores éticos e morais para com a vida. Medina, foi Ministro das finanças de Mário Soares no seu primeiro governo, anos mais tarde, desfiliou-se do PS por não concordar com o caminho seguido no partido mas também no País. Todas as semanas, no seu programa semanal na TVI, tinha milhares de pessoas a ouvi-lo e era o momento em que todas as hostes partidárias não gostavam, porquê? Porque tinha uma voz lúcida e despartidarizada e tocava nas feridas, coisa que muitos cangalheiros de esquerda e de “direita” neste País não são.

Medina não morreu em paz, porque tudo o que defendia e achava( e bem) , que o que estava mal no País ainda não fora totalmente resolvido. A despesa pública continua a aumentar, o assalto ao Orçamento de Estado continua com os partidos, especialmente de esquerda, a distribuírem cargos entre si para o Sr.Costa calar os seus coadjuvantes, a economia tem um crescimento de foguetório que regressará ao normal dentro de pouco tempo, a produtividade continua baixa e o País descapitalizado. O grande professor disse uma vez isto:” “Eu não me dedico muito a esse problema do Governo disto ou daquilo ou daqueloutro. Eu preocupo-me é com qualquer Governo que vá aumentar muito a despesa pública, porque a despesa pública já não tem condições para ser aumentada. Para aumentar a despesa pública sem outros inconvenientes terá de se aumentar muito os impostos. Ora, os impostos já são excessivos. Qualquer política que aumente significativamente a despesa pública é um erro gravíssimo.” Entrevista ao i, em Outubro de 2015, perante a possibilidade um Governo de esquerda. MEDINA CARREIRA (1937-2017).

Obrigado Medina, perdemos mais uma voz lúcida. Portugal fica mais pobre.

Mauro Pires

Anúncios

Um comentário em “Obrigado Medina Carreira!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s