O Rating de António Costa

seguroecosta

 

O Seguro de António Costa é, neste momento, fazer totalmente o contrário do que aquilo que prometeu em 2015, aliás,  o “amigo” traído por Costa à sua esquerda, o desaparecido Seguro, bem nos avisou, nas primárias de 2014, ao que este vinha, acusando-o de: «desonestidade» e de este estar ao serviço do «PS dos interesses». Uma parte do País, ouviu, e bem, as preces de Seguro daí o resultado medíocre, nas legislativas de 2015, do salvador da pátria dos interesses mais obscuros do PS e braço esquerdo e direito de José Sócrates.

As principais “medidas” de Costa, foram essencialmente, reversões, e não reformas. Oiço em muitos quadrantes que é necessário que o Governo efectue reformas, desculpem-me a franqueza, mas detesto lerdas! Se um Governo que se limita a gerir a conjuntura política, está sentado num conjunto de reformas(algumas), que o governo anterior de Passos fez, tem um quadro internacional tremendamente favorável, o preço do petróleo continua baixo e o euro em mínimos, só temos que crescer, o problema, é que com tantos choques macroeconómicos positivos externos, devia-mos estar a crescer, consistentemente, acima de 2,5% em termos reais(descontar a inflação). Logo este Governo nunca fará reformas, é como dizermos a uma pedra para ter asas e voar. Concluindo, lógica da batata.

Agora podíamos e podemos crescer, o problema é que o crescimento actual de 2,8% é fugaz e vamos voltar à terra no final do ano e em 2018, e isso é preocupante, porque se a Economia Portuguesa não cresce mais que 1,5-1,8% ao ano com choques tão positivos do exterior, imaginem um quadro internacional negativo… Pois e num cenário desses não estamos preparados para resistir, é por isso que se usa a conjuntura positiva a nível externo para se fazer o trabalho de casa e estarmos preparados para futuro, só que nem para isso estamos, o que interessa é o novo Dono Disto Tudo, o Douto Costa, ganhar eleições, causando uma crise política antes.

O regime Kostiano, fará tudo para continuar a beber do sumo de drogas do BCE. Aliás, o principal culpado de Portugal não fazer reformas chama-se BCE que está a formar uma bolha no mercado de dívida, o que só demonstra que o intervencionismo dos bancos centrais só causam cada vez mais distorções em mercado. Sem o efeito da droga, Portugal tinha juros, neste momento, acima dos 5%, o quer dizer, que tínhamos que crescer acima de 5% em termos nominais(PIB+ Inflação), para estancar a súbida da dívida pública. O que neste momento, não vejo possível a médio prazo com estas políticas populistas.

Se queremos subir o rating, e melhorar as nossas condições de financiamento, temos que continuar com políticas de austeridade, aliás, se não fossem as mesmas, Costa não teria resistido e para quem disse a Passos Coelho que a sua austeridade era uma obsessão… Costa não pode andar aos sete ventos a apregoar ás agências de rating que o melhorem, soa a desespero, até parece que se importa com elas(para quem disse que não serviam para nada), só demonstra o desespero de Costa em ter o rating a sair do lixo antes do BCE parar de injectar. Não me parece que isso aconteça, para já, a DBRS,  basicamente a única agência que nos coloca à tona da linha de água, está a fazê-lo para ganhar protagonismo porque a credibilidade está do lado das três grandes agências(Moodys, Standard & Poors e Fitch). E estas só sobem quando a dívida tiver um desempenho razoável de descida, o que pode acontecer este ano devido ao crescimento mais forte pontualmente, mas para o próximo sobe outra vez.

Assim, para quem quer credibilidade, Costa tem que dar a canil e ser mais um mandatário de Bruxelas(para quem ia bater o pé..). Não basta pedir para os outros serem credíveis, nós temos que o ser primeiro.

Mauro Pires

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s