Portugal, um País de campeões governado por um derrotado

passos-coelho-antonio-costa86524

 

A foto que escolhi, para este artigo, é especial. É especial porque essencialmente temos a divisão entre duas sensações opostas, temos pela coincidência do momento Passos Coelho acima de António Costa e António Costa em baixo de Pedro Passos Coelho, a foto é da moção de censura aprovada pela nova Troika social-comunista vigente, PS-PC-BE quando todos votaram a favor da queda do governo minoritário na assembleia, mas maioritário relativamente ao País. Há quem pense que ter 32,5% é maior que 38,5% e António Costa pensa isso, Costa foi derrotado depois dos 4 anos mais difíceis de sempre, foi incompetente, ponto. Passos Coelho salvou o País de um potencial desastre deixado por socialistas macabros, e foi e é Homem para muito mais, ponto. Quem devia estar a governar o País era Pedro Passos Coelho, os vencedores governam, os derrotados ou ajudam a governar ou vão se embora, Costa decidiu ser como muitos portugueses gostam ou desejam ser, Chico-esperto, enquanto isso o País perde anos de reformas estruturais para fazer, o problema das finanças públicas continua por resolver, e não são défices maquilhados que resolvem o problema, continuamos com um País descapitalizado e anestesiado pela falsa onda optimista que está a varrer o País. António Costa tem o apoio incondicional da comunicação social, do DN, do Público, do Paulo Baldaia entre outras “coisas” que andam a proteger o polvo socialista, basta um sorriso cínico de Costa para certos perceberem que não podem criticar, o preço continua a ser elevado.

Goste-se ou não da Eurovisão, goste-se ou não de Salvador Sobral e das suas músicas, o que interessa é que ganhou, teve mérito, obteve mais votos, o 2º classificado não se juntou ao 3º e ao 4º e não formaram uma quimera musical para roubar o título ao rapaz, o Benfica, do qual se pode igualmente gostar ou não, teve o seu mérito para ser campeão nacional de futebol, e não vemos o Sporting e o Porto a formarem uma fusão de clubes para ter mais pontos que o Benfica, quem tem mérito obtém os louros desse mérito, e Passos, pela coragem e determinação que teve em conduzir os destinos do País, verdade que podia ter ido mais longe na liberalização do País, fez o essencial e que ninguém fazia, salvou o País e recebeu os louros disso mesmo, vindo do Portugal profundo e que ninguém ouve, ganhou com maioria relativa e colocou o candidato da maçonaria e da oligarquia no canto, mas os poderes instalados neste País não podiam permitir mais 4 anos de Passos Coelho, não só seria o fim do socialismo como de muitas rendas garantidas de certos grupos, daí o avanço do usurpador Costa.

Só que o descaramento não continua por aqui, ainda ontem o INE divulgou os dados do crescimento da economia Portuguesa no trimestre, foram dados fantásticos a economia a crescer 2,8% em termos homólogos, o melhor é este crescimento estar-se a efectuar de um modo saudável, as exportações líquidas(subtraídas de importações) mais o investimento, contribuíram para um crescimento maior do PIB, enquanto que o consumo privado abrandou, afinal, a política de António Costa de aposta no consumo interno para fazer crescer mais a economia, falhou, nada de novo, quem conhece o perfil da economia portuguesa sabia que ia falhar, entretanto o modelo de Passos Coelho estava e está certo, as exportações continuam a sustentar o País, especialmente com o forte crescimento do Turismo. O pior, é que é um crescimento com pés de barro pois não existem reformas que potencializem o modelo de crescimento, só existe circo, e como o circo só alimenta as clientelas, o mexilhão vai sair prejudicado, e ainda por cima devido a um derrotado, a Economia pode ir por ai abaixo se a conjuntura mudar rapidamente, e é bom que o capitão derrotado esteja ao leme do barco, quem quis ir para o barco que o comande, e se arder que arda com ele, entretanto temos bombeiro de serviço.

Mauro Pires

 

P.S: O PortugalGate já está disponível  em todos os motores de busca!

Acompanhe-nos na nossa página de facebook:

https://www.facebook.com/PortugalGate-1731269987184043/

Anúncios

Um comentário em “Portugal, um País de campeões governado por um derrotado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s