Da absoluta falta de vergonha

O gráfico em cima mostra qual era a percentagem dos apoios do Estado que iam aos 20% mais ricos e pobres nos países da OCDE em 2011.
Aprendemos assim que em 2011, ou seja antes do Triunvirato e da malvada austeridade do Governo PSD-CDS, o 20% mais rico de Portugal usufruia de 40% dos apoios sociais.
Leram bem, os 20% mais ricos dos nossos compatriotas usufruíam de 40% dos gastos do Estado em apoios sociais.
Pelo contrário, o 20% mais pobre nem 10% de esse montante recebia, enquanto que os 60% restantes, a “classe média”, recebiam os 50% restantes.
Quando o PS, o BE, e o PCP falam de remover a austeridade é isto que eles querem ver continuar.
Quando os esquerdistas vos chateiam com a desigualdade é isso que eles propõem como solução.
Quando vos acusam, homens e mulheres de Direita, de serem egoístas é isto que os vossos inquisidores defendem.
Eles defendem que:

Os 2 milhões de portugueses mais abastados recebam, cada um, de apoios sociais do Estado 8100 euros anuais, 675 euros mensais em média!!!

Eu gostaria que espalhassem esta imagem por todo lado. Estou farto, enquanto liberal, de ser catalogado como um horrível monstro insensível por um bando de ignorantes lacaios do Estado que se estão a borrifar pelos mais carenciados!

Estou farto de ver o meu país ir abaixo, tudo isto para dar meia dúzia de privilégios que permitem aos visados terem ordenados menores que um operário da construção civil na Suíça!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s