O Socialismo em Portugal lava mais branco

A Caixa Geral de Depósitos já iniciou o seu programa de recapitalização, com os privados, de emissão de obrigações subordinadas. A primeira metade da fatia dos 1000 milhões de euros a emitir, 500 milhões de euros portanto, vai ser emitida no Luxemburgo, um paraíso fiscal,   escapando aos impostos e despesas de colocação em Portugal. É que além do Luxemburgo, a CGD vai emitir obrigações em duas participadas suas nas ilhas Caimão. Defacto, até aqui, nada contra. Qualquer Private Bank o faz no Mundo. O problema, é que os canhotos em Portugal fazem a festa norte coreana contra isto em público, e em privado, engolem Empire`s State Buildings de sapos, e aprovam com os sorrisos mais cínicos do Mundo. Quem se lembra da máquina do PS ter ido buscar notícia de Abril de 2016(Agradeçam a Paulo Ralha) sobre Offshores para fugir ao assunto CGD? O que disse a esquerda sobre Offshores? O que a direita supostamente faz é desprezível, se for a esquerda a fazer é do melhor e não se pode criticar, porque se não, és fascista e neoliberal. É esta ,diferença de tratamento , que a comunicação social gera maiorias silenciosas que aumentam de dia para dia, e que gera “populismos”. O PS vai acabar com o regime que criou, e não é que não seja mau de todo…

Fonte: http://expresso.sapo.pt/economia/2017-03-17-CGD-escapa-a-CMVM-com-emissao-de-500-milhoes-no-Luxemburgo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s