O Urso Otomano

O Ditador Pró-Fascista e radical Islamista, Recep Tayyip Erdogan, e em conjunto com a “sua” Turquia, estão a tornar-se a mini-Rússia da Ásia menor. A Turquia tem um peso significativo na balança geopolítica Europa-Ásia-Médio Oriente, sendo a porta de entrada, atualmente fechada, de milhões de refugiados sírios. Com, este trunfo na mão , Erdogan usa a Europa  como se fosse o seu palco de comício político para a campanha Pró-Imperador Absoluto que quer implementar na Turquia. Um Político estrangeiro a fazer campanha eleitoral em outro Países, onde estão inseridos os seus expatriados, é imperdoável, e tal acto é somente praticado se os “governantes” Europeus, o tal permitirem.A Alemanha e a Holanda suspenderam as manifestações previstas e receberam logo de seguida, por parte das autoridades turcas, as palavras agradáveis de nazis e fascistas. A Suécia, Suíça e Áustria também anularam manifestações agendadas a favor de Erdogan, mas terão sido poupadas, para já. Curiosamente, a França, cada vez mais Islâmica, foi o único país europeu que deixou que se realizasse um encontro. Não é ,com conferências de imprensa politicamente corretas, a dizer que Erdogan está a pisar a linha que o problema se resolve, os emigrados turcos na Holanda saíram para a rua a apoiar o Presidente absolutista, que chamou fascistas aos holandeses, logo devem sair do País, pois, o fundamentalismo islâmico está a provocar demasiados danos, a uma Europa já de si desorientada, que nem consegue olhar de frente para uma filial de Vladimir Putin, esse discípulo de Estaline, que quer destruir a União Europeia para semear um PREC Putinista. A única forma de acabar com Vladimir Putin, é a forma clássica, provocar a falência da Economia Russa. Esta depois do choque petrolífero de 2014 ao contrário, queda abrupta dos preços devido ao excesso de oferta dos EUA, e com os preços do Gás natural baixos, logo duas “commodities” muito importantes nas exportações Russas, originaram uma recessão abrupta em 2015(de -3,5%) e em 2016( um abrandamento apesar de tudo)  por volta de -0,7%(os números não estão fechados). Como se vê, foi suficiente para desmoronar o castelo precário de cartas, que é a Economia Russa. É preciso mais, com a inovação técnológica , a nova geração de carros elétricos e as renováveis, podem trazer a decadência certa para Putin, o Liberalismo, a iniciativa, o criativo, a matar o Urso totalitário dos “fofinhos” Jerónimo de Sousa e Catarina Martins. Apesar de tudo, não é suficiente! Este jogo , com a Turquia e a Rússia, é de altíssimo risco e convém não fazer nenhuma jogada precipitada. Vai ser uma Guerra fria de anos, a não ser que Donald Trump seja o novo senhor dos afetos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s